Seguidores

Ola ! quer falar comigo?

domingo, 9 de janeiro de 2011

O louvor da criação



A expressão da grandeza de Deus não necessita de um código de signos lingüísticos para ser compreendido. A natureza demonstra a grandeza, a glória e a fidelidade de Deus. A natureza não falha na seqüência dos eventos pré-estabelecidos por Deus.



1 OS céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.

2 Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.

3 Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz.


4 A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol,

5 O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho.

6 A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.

7 A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices.

8 Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos.

9 O temor do SENHOR é limpo, e permanece eternamente; os juízos do SENHOR são verdadeiros e justos juntamente.

10 Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos.

11 Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa.

12 Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos.

13 Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão.

14 Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, SENHOR, Rocha minha e Redentor meu!



Os céus expressam quão glorioso é Deus! O que o homem observa na natureza anunciam o quão maravilhoso é Deus.



Como as obras de Deus são maravilhosas, isto indica que Ele é infinitamente maravilhoso "Da parte do SENHOR se fez isto; maravilhoso é aos nossos olhos" ( Sl 118:23 ).



Os céus declaram a glória de Deus aquém? Aos homens!



A expressão da grandeza de Deus não necessita de um código de signos lingüísticos para ser compreendido. A natureza demonstra a grandeza, a glória e a fidelidade de Deus. A natureza não falha na seqüência dos eventos pré-estabelecidos por Deus.



O salmista destaca de todas as maravilhas o sol. Pelo 'movimento' constante, a morada que Deus preparou para o sol é descrita como 'tenda'. O sol e comparado a um noivo que sai alegre do seu leito nupcial.



A 'trajetória' do sol faz com que nada se furte ao seu calor. As leis que regem a natureza são irrevogáveis, uma vez elas são uma expressão da natureza de Deus.



Os versos 1 à 6 demonstram a perfeição de Deus através da natureza, e os versos 7 à 14 a perfeição da Escritura .



A Escritura revela a pessoa de Deus com perfeição. O que o homem não consegue perceber através da natureza, Deus revelou através da sua palavra.



O conhecimento de Deus trás descanso (refrigério) ao homem. O simples alcança sabedoria. A retidão do Senhor torna o coração alegre. A palavra é luz. A sabedoria de Deus é pura e permanecerá de eternidade a eternidade. A palavra do Senhor expressa o seu juízo.



Nada há que se compare ao conhecimento de Deus. Ouro? Favos de mel? Nada satisfaz o homem como os preceitos de Deus.



Na palavra de Deus é revelado o cuidado de Deus para com os seus servos.



Há alguém que consiga entender os seus erros sem a luz da palavra de Deus? Somente através da semente incorruptível o homem expurga os erros ocultos. Que 'erros' são estes? É o erro proveniente de Adão!



A palavra de Deus concede àqueles que por ela são exercitados a condição de sinceros e limpos. A recompensa de Deus aos que conhecem a sua palavra é a de se verem livres (limpos) da transgressão de Adão.



O salmista espera que a sua meditação seja agradável diante de Deus.



Vemos através da Escritura que, a partir do momento que o homem tem o Senhor por Rocha e Redentor (crê), a sua adoração (canção) é aceita perante Deus. Por meio da fé o homem tornas-e agradável a Deus (o que é nascido do Espírito é espírito), e passa a adorá-lo em espírito e em verdade.



Somente quando o homem torna-se limpo de coração e sincero, Deus aceitará a meditação do homem.

fonte : www estudobiblico.org/salmos